AULA 1: Informações Pessoais

AULA 2: Cumprimentos e Apresentações

AULA 3: Como se virar nas Compras

AULA 4: Informações de Direção – Parte 1

AULA 5: Informações de Direção – Parte 2

AULA 6: Modal Verbs (Verbos Modais)

AULA 7: Likes and Dislikes

AULA 8: Horas em Inglês

AULA 9: Pronomes Demonstrativos em Inglês

AULA 10: Pegando um ônibus

AULA 11: Verbo To Be – Positivo e Negativo

AULA 12: Verbo To Be – Contrações

AULA 13: Verbo To Be – Contrações (Revisão)

AULA 14: Alfabeto em Inglês

AULA 15: Descrevendo Pessoas em Inglês

AULA 16: Como Falar Inglês ao Telefone

AULA 17: Números em Inglês

AULA 18: Como Fazer Perguntas e Respostas em Inglês?

AULA 19: Do e Does – Descubra os Seus Segredos

AULA 20: Falando Sobre o Tempo em Inglês

AULA 21: Gerúndio e Presente Contínuo

AULA 22: Rotina Diária em Inglês

AULA 23: Descrever Sintomas de Doença em Inglês

AULA 24: Intermediário 24: Intensificadores em Inglês

AULA 25: Aula de Inglês no Restaurante

AULA 26: Going to (Simple Future)

AULA 27: Inglês no Hotel

AULA 28: Falar em Inglês no Banco

AULA 29: Expressões com Money

AULA 30: Inglês no Aeroporto

AULA 31: Feliz Natal em Inglês

AULA 32: Profissões em Inglês

AULA 33: Aprendendo Inglês no Ano Novo

AULA 34: Falando de Competições

AULA 35: Housework

AULA 36: Frequência com que falamos as coisas

AULA 37: Nome de coisas em inglês dentro de casa

AULA 38: Falando sobre carros em inglês

AULA 39: Futuro Simples com o Verbo WILL

AULA 40: Verbo TO BE no Passado

AULA 41: Frases em Inglês no Passado

AULA 42: Academia em Inglês e outras Frases

AULA 43: Descrições de Casa em Inglês

AULA 44: Verbos no Passado em Inglês

AULA 45: Datas em Inglês

AULA 46: Passado Contínuo em Inglês

AULA 47: Pronomes Possessivos em Inglês

AULA 48: Convidar alguém para sair

AULA 49: Inglês no Supermercado

AULA 50: Falando inglês com crianças

AULA 51: Entrevista de Emprego em Inglês

AULA 52: Comparativo e Superlativo em Inglês

AULA 53: Expressar Opinião em Inglês

AULA 54: Passar em uma Entrevista em Inglês

AULA 55: Tarefas de Casa em Inglês

AULA 56: Verbo SHOULD e problemas de casa

AULA 57: Verbos no Passado

AULA 58: Verbo CAN

AULA 59: Verbo WILL

AULA 60: COULD e WOULD

AULA 61: Notícias para Aprender Inglês

AULA 62: Used to – Passado em inglês

AULA 63: Inglês para Viagem

AULA 64: Usando TO com os verbos

AULA 65: Inglês no Trabalho

AULA 66: Preposição de Tempo

AULA 67: Inglês nos Negócios

AULA 68: Preposições em Inglês TO e FOR

AULA 69: Preposições de Tempo em Inglês

AULA 70: Finanças Pessoais em Inglês

AULA 71: Personalidade em Inglês

AULA 72: Descrevendo Pessoas em Inglês

AULA 73: Aceitar ou Recusar um Convite em Inglês

AULA 74: Diferença entre SAY e TELL

AULA 75: Diferença entre MAKE and MADE

AULA 76: Diferença entre COME e CAME

AULA 77: Artigos em Inglês THE, A e AN

AULA 78: Tag Questions

AULA 79: Palavras seguidas de Preposições em Inglês

AULA 80: Palavras seguidas de Preposições em inglês




AULAS ATUALIZADAS

AULA 1: Informações Pessoais em Inglês (Completa e Atualizada)

AULA 2: Fazendo Compras em Inglês (Completa e Atualizada)




+ AULAS DE INGLÊS BÁSICO

5 Dicas para Aumentar a Sua Fluência em Inglês!

CUMPRIMENTOS EM INGLÊS [Com QUIZ]

COMO FALAR MEU NOME EM INGLÊS

COMO APRESENTAR PESSOAS EM INGLÊS

COMO IDENTIFICAR PESSOAS EM INGLÊS

COMO PEDIR INFORMAÇÕES EM INGLÊS

COMO DAR INFORMAÇÕES EM INGLÊS

FRASES COM O VERBO TO BE

10 Maneiras de dizer OBRIGADO/DE NADA em inglês

Como DISCORDAR ou CONCORDAR em inglês

Não diga KICK THE BUCKET para dizer CHUTAR O BALDE em inglês

Faça isso para montar frases em inglês com facilidade

110 Frases Essenciais em Inglês Americano

Aprenda a conjugar o VERBO TO BE no PASSADO

Preposições de Lugar em inglês – Aula para Iniciantes

Como usar o WOULD YOU RATHER

Como pedir um corte de cabelo em inglês

IN ON AT – Preposições de Local

Qual a diferença entre MY e MINE?

4 formas de usar a conjunção IF

Was ou Were – Quando e como usar?

Como usar o verbo HAVE, HAS e HAD

Como não errar ao usar HOW MUCH e HOW MANY

Qual a diferença de SHOULD e MUST?

Como Pedir Informações em Inglês

Aprenda as Contrações do Verbo TO BE na negativa

Verbos com ING em Inglês

Como Fazer Perguntas em Inglês de Forma Simples

Como fazer perguntas em inglês com AM/IS/ARE – #1

Como fazer perguntas em inglês com DO/DOES – #2

Como fazer perguntas em inglês com WHAT/HOW/WHEN/WHO #3

Como fazer perguntas em inglês #4

Como fazer perguntas em inglês #5

Quem Está no Básico tem que Entender esse Diálogo em Inglês


EXPRESSÕES E GÍRIAS EM INGLÊS:

AULA 1: Dicas, Gírias e Expressões em inglês

AULA 2: Expressões em inglês: Phrasal Verbs

AULA 3: Expressões em inglês: Verbos Frasais

AULA 4: Expressões em inglês: Conversação em inglês

AULA 5: Dicas, Expressões e Gírias em Inglês

AULA 6: Expressões em inglês: Phrasal Verbs

AULA 7: Expressões em inglês: Gírias de Linguagem

AULA 8: Expressões em inglês: Dating e Relationship

AULA 9: Expressões e Gírias em Inglês

AULA 10: Expressões em Inglês: Eu concordo em inglês

AULA 11: Conversação em Inglês para Iniciantes

AULA 12: 5 Expressões e Gírias em Inglês

AULA 13: 6 Gírias e Expressões em Inglês

AULA 14: 5 Expressões Idiomáticas em Inglês

AULA 15: 5 Expressões Comuns em InglêS

AULA 16: 7 Gírias e Expressões em Inglês com Horse

AULA 17: Expressões em Inglês: Compreensão em Inglês

AULA 18: Expressions in English: Expressando Rejeição

AULA 19: Soletrar Palavras em Inglês

AULA 20: Aprenda Gírias e Expressões de Inglês

AULA 21: 10 Expressões Muito Comuns No Trabalho em Inglês

AULA 22: Não diga KICK THE BUCKET para dizer CHUTAR O BALDE em inglês

AULA 23: Expressões e Frases Básicas em Inglês para Viagens

AULA 24: 10 Expressões em Inglês que NÃO Te Ensinam nos Cursinhos

AULA 25: Como usar a expressão CHEER UP

AULA 26: Como usar a expressão DRESS UP

AULA 27: Como usar a expressão GO AHEAD WITH

AULA 28: Como usar a expressão GO OVER

AULA 29: Como usar a expressão GET BACK

AULA 30: Como usar a expressão GET AWAY WITH

AULA 31: Como usar a expressão DROP OFF

AULA 32: Como usar a expressão FALL OUT WITH SOMEBODY

AULA 33: Como usar a expressão GET TOGETHER

AULA 34: Como usar a expressão FRENEMY

AULA 35: Como usar a expressão "BRING SOMETHING UP”

AULA 36: O que quer dizer “TELL OFF” em inglês?

AULA 37: Como usar a expressão “THINK THROUGH”

AULA 38: Como usar a expressão “GIVE AWAY”

AULA 39: Como usar a expressão “SET UP”

AULA 40: Como usar a expressão “KEEP UP”

AULA 41: Como usar a expressão “LOOK UP TO”

AULA 42: Como usar a expressão “NARROW DOWN”

AULA 43: Como usar a expressão “PAY BACK”

AULA 44: Como usar a expressão “PICK UP”

AULA 45: Como usar a expressão “SLEEP ON IT”

AULA 46: Como usar a expressão “RUN INTO”

AULA 47: O que quer dizer “THANK GOODNESS” em inglês?

AULA 48: O que quer dizer “HAVE YOU EVER” em inglês?

AULA 49: O que quer dizer “SHOW UP” em inglês?

AULA 50: 15 Expressões Para Turbinar o Inglês Hoje

AULA 51: Essas Expressões Não Tem Nos Livros de Inglês




105 EXPRESSÕES MAIS USADAS EM INGLÊS

AULA 1: Expressões Mais Usadas - de 1 a 10

AULA 2: Expressões Mais Usadas - de 11 a 20

AULA 3: Expressões Mais Usadas - de 21 a 30

AULA 4: Expressões Mais Usadas - de 31 a 40

AULA 5: Expressões Mais Usadas - de 41 a 50

AULA 6: Expressões Mais Usadas - de 51 a 60

AULA 7: Expressões Mais Usadas - de 61 a 70

AULA 8: Expressões Mais Usadas - de 71 a 80

AULA 9: Expressões Mais Usadas - de 81 a 90

AULA 10: Expressões Mais Usadas - de 91 a 105


LEITURAS EM INGLÊS

Aprendendo Inglês Online com Leitura

Leitura do Texto "O Mecânico"

Homeless People (Pessoas sem-teto)

Halloween (Reading In English: Halloween)

Aprenda Inglês Lendo o texto "Water in My Apartment"

Leitura em Inglês (Reading in English)

Texto em inglês sobre Shopping

Ler em Inglês o texto "A typical manager’s desk"

Lendo em Inglês o texto "Shopping for Shoes"

Texto em inglês "Facebook and Relationships"

Texto para Aprender Inglês "Quick and Easy"

Pensamento em Inglês

Um presente especial de Natal

Como Melhorar meu Inglês com Leitura

Read in English (Leia em inglês) "At the airport"

Leia o texto em inglês "A visit to the doctor’s office"

Falando sobre Trabalho em Inglês – Parte 1

Falando sobre Trabalho em Inglês – Parte 2

Falando sobre Comidas e Bebidas em inglês – Parte 1

Falando sobre Comidas e Bebidas em inglês – Parte 2

Falando sobre Comidas e Bebidas em inglês – Parte 3

Falando sobre Comidas e Bebidas em inglês – Parte 4

Falando sobre Comidas e Bebidas em inglês – Parte 5

Aprenda Inglês Lendo – Parte 1

Aprenda Inglês Lendo – Parte 2

Aprenda Inglês Lendo – Parte 3

Aprenda Inglês Lendo – Parte 4

Aprenda Inglês Lendo – Parte 5

Aprenda Inglês Lendo – Parte 6

Aprenda Inglês Lendo – Parte 7

Aprenda Inglês Lendo – Parte 8

Aprenda Inglês Lendo – Parte 9

Aprenda Inglês Lendo – Parte 10

Aprenda Inglês Lendo – Parte 11

Aprenda Inglês Lendo – Parte 12

Aprenda Inglês Lendo – Parte 13

Aprenda Inglês Lendo – Parte 14

Aprenda Inglês Lendo – Parte 15

Aprenda Inglês Lendo – Parte 16

Aprenda Inglês Lendo – Parte 17

Aprenda Inglês Lendo – Parte 18

Aprenda Inglês Lendo – Parte 19

Aprenda Inglês Lendo – Parte 20

Aprenda Inglês Lendo – Parte 21

Você Entenderia Esse Diálogo Básico em Inglês?

Se Entender Esse Texto, Seu Nível de Inglês é Intermediário

Se Entender Esse Texto, Seu Nível é Básico em Inglês

Se Entender Esse Texto em Inglês, Você é Intermediário

Teste Seu Nível de Inglês com Este Texto

Aprenda Inglês Mais Rápido Com Este Método

Aprenda Inglês com leitura Guiada

Se Entender Esse Texto em Inglês Você Tem Nível Avançado

Como Aprender Inglês com Textos e Diálogos

Aprender Inglês Lendo Textos Fáceis

Como Aprender Inglês com Textos na Prática

Aprenda Inglês com Leitura Guiada Ao Vivo




DIÁLOGOS EM INGLÊS

Escutando os nativos americanos

Worried about Dad (Preocupado com o papai)

Conversações entre Americanos

Inglês com diálogos - AULA 1 (gravação ao vivo)

Inglês com diálogos - AULA 2 (gravação ao vivo)


CONJUGAÇÕES DE VERBOS IRREGULARES EM INGLÊS

AULA 1: Verbo Irregular SAY

AULA 2: Verbo Irregular MAKE

AULA 3: Verbo Irregular GO

AULA 4: Verbo Irregular TAKE

AULA 5: Verbo Irregular COME

AULA 6: Verbo Irregular SEE

AULA 7: Verbo Irregular KNOW

AULA 8: Verbo Irregular GET

AULA 9: Verbo Irregular GIVE

AULA 10: Verbo Irregular FIND

AULA 11: Verbo Irregular THINK

AULA 12: Verbo Irregular TELL

AULA 13: Verbo Irregular BECOME

AULA 14: Verbo Irregular SHOW

AULA 15: Verbo Irregular LEAVE

AULA 16: Verbo Irregular FEEL

AULA 17: Verbo Irregular PUT

AULA 18: Verbo Irregular BRING

AULA 19: Verbo Irregular BEGIN

AULA 20: Verbo Irregular KEEP

AULA 21: Verbo Irregular HOLD

AULA 22: Verbo Irregular WRITE

AULA 23: Verbo Irregular STAND

AULA 24: Verbo Irregular HEAR

AULA 25: Verbo Irregular LET

AULA 26: Verbo Irregular MEAN

AULA 27: Verbo Irregular SET

AULA 28: Verbo Irregular MEET

AULA 29: Verbo Irregular RUN9

AULA 30: Verbo Irregular PAY

AULA 31: Verbo Irregular SIT

AULA 32: Verbo Irregular SPEAK

AULA 33: Verbo Irregular LIE

AULA 34: Verbo Irregular LEAD

AULA 35: Verbo Irregular GROW

AULA 36: Verbo Irregular LOSE

AULA 37: Verbo Irregular READ

AULA 38: Verbo Irregular FALL

AULA 39: Verbo Irregular UNDERSTAND

AULA 40: Verbo Irregular SEND

AULA 41: Verbo Irregular DRAW

AULA 42: Verbo Irregular BUILD

AULA 43: Verbo Irregular BREAK

AULA 44: Verbo Irregular SPEND

AULA 45: Verbo Irregular CUT

AULA 46: Verbo Irregular RISE

AULA 47: Verbo Irregular DRIVE

AULA 48: Verbo Irregular BUY

AULA 49: Verbo Irregular WEAR

AULA 50: Verbo Irregular CHOOSE




VERBO TO BE

Conjugar o verbo TO BE no PASSADO

Frases com o verbo TO BE

Desvendando o Verbo TO BE

Verbo TO BE no Passado

Verbo TO BE – Contrações

Verbo TO BE – Positivo e Negativo

Was ou Were – Quando e como usar?

Contrações do Verbo TO BE na negativa

Contrações do Verbo TO BE de Forma Simples




+ VERBO EM INGLÊS

Modal Verbs (Verbos Modais)

Phrasal Verbs (Verbos Frasais) - parte 3

Phrasal Verbs (Verbos Frasais) - parte 2

Phrasal Verbs (Verbos Frasais) - parte 1

Segredos dos Verbos DO e DOES

Verbos Irregulares em Inglês

Simple Future com o Verbo WILL

Verbos no Passado em Inglês

Verbo SHOULD e problemas de casa

Verbs in the Past (Verbos no Passado)

Verbo CAN (verbo PODER em inglês)

Verbo WILL (Falando ao telefone)

Usando TO com os verbos

Como usar o verbo HAVE, HAS e HAD

Como usar o verbo GET em inglês

Verbos com ING em Inglês

Used to / Be used to / Get used to

7 Phrasal verbs muito comuns com “OVER”


10 maneiras de CUMPRIMENTAR ALGUÉM em Inglês

10 maneiras de dizer TCHAU em inglês

10 maneiras de dizer BOM TE CONHECER em inglês

10 maneiras de dizer BOA VIAGEM em inglês

10 maneiras de dizer VAMOS EMBORA em inglês

10 maneiras de dizer VAMOS MANTER CONTATO em inglês

10 maneiras de dizer EU ACEITO em inglês

10 maneiras de dizer EU TE ENTENDO em inglês

10 maneiras de dizer VOCÊ ENTENDEU em inglês

7 maneiras de dizer NÃO em inglês

10 maneiras de DISCORDAR em inglês

10 maneiras de dizer EU NÃO GOSTO em inglês

10 maneiras de COMO COMEÇAR UMA CONVERSA em inglês

7 maneiras de dizer EU PRECISO FALAR COM VOCÊ em inglês

8 maneiras de dizer VÁ DIRETO AO PONTO em inglês

10 maneiras de como descrever a sua amizade em inglês

10 maneiras de dizer RELAXA em inglês

12 maneiras de dizer FALA SÉRIO em inglês

10 maneiras de dizer EU ESTOU ESTRESSADO em inglês

10 maneiras de Elogiar a Roupa de Alguém em inglês

10 maneiras de dizer CUIDA DA SUA VIDA em inglês

Como dizer EU GOSTARIA QUE VOCÊ em inglês?

Como dizer o Nome dos Membros Da Família em inglês?

Como dizer os Dias Da Semana em inglês?

Como dizer PERDER A OPORTUNIDADE em inglês?

Como dizer a Data do Seu Aniversário? em inglês

Como dizer o Nome das Notas de Dinheiro e Moedas em inglês?

Como descrever sua Casa em inglês?

Como dizer BEM PENSADO em inglês?

Como dizer VAGABUNDEAR em inglês?

Como dizer QUAL O PROBLEMA em inglês?

Como dizer NÃO TEMOS A MÍNIMA CHANCE em inglês?

Como dizer FAZER UMA VISITA em inglês?

Como dizer FALTAR AULA em inglês?

Como dizer EU NÃO AGUENTO em inglês?

Como dizer ENLOUQUECER em inglês?

Como dizer SE DIVERTIR MUITO em inglês?

Como dizer ALEGRAR ALGUÉM em inglês?

Como dizer EU JURO POR DEUS em inglês?

Como dizer EU NÃO ESTOU BRINCANDO COM VOCÊ em inglês?

Como dizer FALAR MERDA DE ALGUÉM em inglês?

Como dizer FAZ PARTE DO JOGO em inglês?

Como dizer FICA A VONTADE em inglês?

Como dizer FORA DESTE MUNDO em inglês?

Como dizer NA VERDADE em inglês?

Como dizer NÃO SE METE COMIGO em inglês?

Como dizer PEGAR NO PÉ DE ALGUÉM em inglês?

Como dizer que alguém está irritado em inglês?

Como dizer TIRAR VANTAGEM em inglês?

Como dizer AFINAL DE CONTAS em inglês?

Como dizer A RESPEITO DE em inglês?

Como dizer AGORA MESMO em inglês?


Gravações das LIVE:


6 dicas de inglês para aprender mais rápido – LIVE com o professor Paulo Barros

Como se Apresentar em Inglês com Confiança (Informações Pessoais)

Testando Transmissão Ao Vivo (Testing Live Stream)

Como melhorar a pronúncia em inglês de forma simples

Como se tornar um autodidata em inglês com D.M.P

7 dicas para memorizar vocabulário em inglês mais rápido

10 Coisas para Melhorar a Pronúncia em Inglês

50 Expressões Básicas em Inglês que Você Precisa Saber

Se você aprender inglês com isso… será muito mais rápido!

Aprenda Inglês com Histórias da Vida Real

Frases em inglês fáceis de memorizar

Expressões e Frases Básicas em Inglês para Viagens

Entendo Inglês Mas Não Falo – SOLUCIONADO

Como Memorizar Inglês Muito Mais Rápido

Inglês Winner – Resumão da Semana Com Muitas Dicas de Inglês

Como Aumentar Seu Vocabulário Em Inglês Mais Rápido

10 Phrasal Verbs muito comuns em inglês

Esse Teste Revela Se Você Tem Ou Não Dom Para O Inglês

4 Segredos para Pronunciar Inglês como Nativos

Truque para Treinar a Fluência em Inglês

Como Aprender Inglês com Músicas

Como Memorizar Inglês Mais Rápido

Como Pronunciar Inglês como um Nativo

Como Turbinar Seu Inglês Praticando 30 Minutos por Dia

Como Turbinar Seu Inglês na Quarentena do Coronavírus

Expressões em Inglês que Não Se Aprende em Cursinhos – com professora americana Sara

Como Praticar Conversação Em Inglês Sozinho

Como Aprender Inglês em Casa do Zero

Aprenda Inglês Com Rock And Roll

Como Aprender Inglês com Textos e Diálogos

Aprenda Inglês com Música do U2

Aprenda Inglês com Séries na Prática

Aprenda Inglês com Diálogos

Aula de Inglês com Séries Friends

Você não precisa ser fluente em inglês para viajar e fazer negócios

Aprender Inglês Lendo Textos Fáceis

Como Aprender Inglês Sem Gramática

Aprenda Inglês com Diálogos Reais na Prática

5 Segredos para Memorizar Inglês Mais Rápido

5 Segredos para uma Pronúncia Elogiável em Inglês

15 Passos Simples Para Chegar a Fluência em Inglês Mais Rápido

Como Destravar os Ouvidos para o Inglês

Faça Isso Todos os Dias e Aprenda Inglês Mais Rápido

Aprenda Inglês com Leitura Guiada Ao Vivo

Hello everybody and welcome back to another video. How are you all doing? I hope you’re all doing fine. (Olá a todos e sejam bem vindos a mais uma aula. Como vocês estão? Eu espero que todos vocês estejam bem). Na live de hoje, eu tenho um convidado super especial que é o jovem empresário Victor Palandi. Ele tem 25 anos de idade ele irá nos dar dicas de como ficar fluente em inglês para viajar e fazer negócios.

Meu nome é Paulo Barros e sou professor de inglês aqui do meu curso Inglês Winner há mais ou menos 15 anos. Morei, vivi e estudei nos Estados Unidos por uns 10 anos.

Agora, vocês devem estar se perguntando por que eu trouxe o Victor aqui. Bom pessoal, na verdade, segundo o Victor, ele não teria nem a metade do sucesso se não fosse por causa do conhecimento da língua inglesa, o sucesso que ele tem hoje como empresário. Agora, prestem atenção nisso que eu irei falar qual o motivo e como ele conseguiu chegar até aqui, obtendo sucesso no inglês. Só que tem uma coisa muito importante para dizer a vocês: ele não fala inglês fluente.

Nossa, mas teacher Paulo, como assim que ele não fala inglês fluente e tem sucesso como empresário através do inglês?

Mesmo sem ter o nível de conhecimento do inglês fluente, ele já está desfrutando muito dos benefícios que essa língua pode trazer para a vida dele. Agora, ele irá explicar um pouco mais sobre isso e explicar detalhadamente sobre isso. Fale aí Victor, conte-nos um pouco mais sobre o que você faz:

– Victor Palandi: Primeiramente, muito obrigado pelo convite, acho muito bacana estar participando e compartilhando um pouco da minha história de vida e da minha trajetória e, como o inglês foi essencial na minha vida.

O que aconteceu é o seguinte. Quando eu era adolescente, eu decidi que eu queria aprender inglês justamente porque eu queria poder fazer o que a maioria das pessoas querem, que é viajar, conseguir arrumar um bom emprego, assistir a filmes e séries sem legendas. Então, eu tinha decidido comigo mesmo: “eu preciso aprender inglês”.

Eu já tinha um pouquinho aqui, um pouquinho ali que eu via nos programas de computador, pois eu mexia muito no computador e tal. Com isso, eu pensei comigo mesmo: “Não, eu preciso entender melhor sobre isso”. Aí eu fui para a escola de inglês e a maioria das pessoas devem saber o quanto é demorado para aprender inglês.

Eu fiquei anos e anos lá nessa escola e não me sai bem no inglês, pois eu sentia que eu não estava muito confiante, então o que aconteceu? Eu tive uma oportunidade de fazer um curso de inglês nos Estados Unidos, em San Diego, no estado da California, com um cara mega famoso do marketing.

Peguei o avião, fui até lá em San Diego, cheguei lá e participei, conheci várias pessoas e comecei a tentar falar o inglês aqui e ali. Com isso, acabei travando na hora de falar inglês e comecei a ficar um pouco inseguro. Portanto, com o tempo que eu fui ficando lá, eu fui cada vez mais desenvolvendo isso.

Com isso, eu pude perceber que na prática, o uso da gramática na língua inglesa não chegava a influenciar muito, pois era ali no jogo ao vivo mesmo, treinando o listening, porque às vezes você fica em casa assistindo a um filme ou a uma série e com isso, você pensa assim: “Poxa, o cara fala rápido demais”. Em consequência disso, você acaba ficando bravo e começa a pensar assim: “Ah, eu não estou conseguindo entender o que falam no filme ou série”.

Porém, na hora ali que você está assistindo a algum filme ou série, seu ouvido começa a treinar melhor e pegar a velocidade e com isso, dá aquela impressão de que as pessoas não falam tão rápido demais. Com isso, eu fui pegando mais destreza.

Após isso, eu acabei me empolgando e comecei a entender que eu precisava estudar dessa forma, porém não da maneira que eu estava estudando na escola de inglês por anos, antes de ter ido em San Diego fazer esse curso de inglês. Então eu comecei a ler livros de inglês de maneira mais lenta, mas eu fui lendo aos poucos. Contudo, eu participei de outro evento e fui lá no Vale do Silício e neste evento, foram 5 dias imersos em um hotel.

Eu fiquei dentro de um hotel por 5 dias e estava tudo escuro, tudo preto, não via a luz do sol, não via nada e o cara lá “metralhando” no inglês. Para vocês que estejam assistindo a esta live e talvez gostem de desenvolvimento pessoal e não o conheçam, o nome do cara é Brendon Burchard. Ele publica uns vídeos muito legais, né?

Portanto, foram 5 dias lá no hotel e com ele o dia inteiro falando. Eu fiz várias amizades lá dentro do hotel. Saía de lá, ia almoçar com a pessoa ali do lado e nós continuávamos conversando. Lá eu conheci um cara que era dono de uma rede de academias e ele começou a vender suplementos dentro das academias e, com isso ele começou a expandir e gravava vários vídeo aulas para as pessoas que não podiam ir na academia e assistiam suas vídeo aulas de suas casas.

Ele era um cara de bastante visão de futuro e eu apenas pude ter experiência porque eu estava conseguindo desenvolver melhor na língua inglesa. Então, eu acredito que muito do que eu cultivei, eu acabei aprendendo bastante e, eu não me considero fluente porque eu não consigo, de fato, falar perfeitamente ou então escrever grandes textos.

Mas, eu me perguntava “até que o inglês era necessário para ficar fluente em inglês para viajar e fazer negócios, ou então, conseguir um bom emprego. Então, eu acho que a fluência é super valorizada nesse sentido. Nós conseguimos se divertir durante o percurso, até ficar realmente bom no inglês. Você não precisa dar esse salto para conseguir aproveitar, né?

– Paulo Winner Barros: Com certeza. E também sei que você escreveu um livro. Ele não está escrito em inglês, mas em português. Porém, existe um conteúdo neste livro que fez você, aliás o conteúdo foi a base para que você conseguisse escrever esse livro. Talvez você pudesse falar um pouquinho sobre isso, sobre que tipo de conteúdo você teve que consumir, mesmo não falando inglês fluente, mas através desse conteúdo que você consumiu para conseguir escrever esse livro que foi um sucesso e teve bastante vendas.

– Victor Palandi: Legal. Esse livro é fruto do aprendizado que eu tive do inglês. Por que? Ele é um livro que trata de um assunto que tem em poucos livros aqui no Brasil. Esse livro fala sobre escrita focada em vendas. Bom, há muitos livros sobre vendas, liderança, influência, etc. Porém, não há muitos livros focados em escrita para vendas.

Na verdade, quando eu lancei o meu livro, devia ter, eu acho que uns 2 livros sobre o assunto e nem era livros impressos, mas sim vendidos na Amazon. Então, o que eu fiz?

Eu não tinha como estudar livros brasileiros sobre esse assunto para me basear, ou então, para ter uma noção ou para conseguir me direcionar. Então, eu tive que pegar lá fora. Eu li livros de diversas autoridades sobre o assunto lá no exterior, sendo que existem muitos livros e, com isso, eu fui fazendo anotações, fui ver o que eles falavam em comum, coisas do tipo “ah essa é uma técnica legal e acho que funciona”.

Portanto, eu juntei a minha experiência junto com a bibliografia internacional e lancei o meu livro impresso. Ele foi best-seller na Amazon e, ainda é um dos mais vendidos sobre o assunto. Bom, agora ele tem vários concorrentes por aí, mas pelo menos eu consegui abrir uma porteira, porém o mais legal é que tem mais conteúdos sobre o tema e, se não fosse essa bibliografia internacional, acho que teria sido apenas minha experiência. Com isso, não teria sido um livro tão completo.

No entanto, eu fui lendo os livros aos poucos. Comecei bem devagar, pois no começo dá um pouco de raiva porque você lê devagar e você pensa assim “nossa, eu não consegui entender essa palavra e não consegui entender direito esse contexto”. Você fica irritado com isso mesmo, não tem jeito.

Mas, com o tempo, eu fui ficando mais paciente e com isso, fui pegando tração, impulso e motivação e, atualmente, eu consigo ler um livro de maneira bem tranquila. Hoje eu leio livros em inglês de uma maneira natural. Isso eu consegui porque justamente eu fui tentando e me esforçando. Essa é uma coisa que fez muita diferença nos meus negócios porque o livro me ajuda muito nos meus projetos e com muitos clientes.

– Paulo Winner Barros: Muito legal cara, você está de parabéns. Eu sei que você também gosta de viajar e eu queria que você explicasse também porque você já tinha falado que estudou em San Diego, na Califórnia e, quais os outros lugares que você foi e se o inglês foi essencial para você. Bom, eu sei que é muito essencial para poder viajar, né? Você pode nos contar aqui sobre isso.

Isso que você disse realmente faz muita diferença chegar em um lugar e ter independência, sair livre e não depender de ninguém par afazer tudo o que você quiser um um país que você está viajando e você depender de tradução, até perder diversas oportunidades por não entender o que as pessoas estão falando a sua volta. Mas, conte para nós quais outros lugares que você já visitou que curtiu muito e usou bastante o inglês também, além dos Estados Unidos e tal?

– Victor Palandi: Eu lembrei agora de uma história. Eu tinha conhecido uma mulher que ela começou a sair com um alemão. Só que o alemão não falava português, apenas inglês. Já ela não fala inglês nem alemão, ou seja, eles não se cruzavam. Com isso, eles começaram a conversar com o Google Tradutor.

Essa mulher andava com um tablet, sem brincadeira, eu presenciei isto. Contudo, ela escreveu assim no tablet dela: “Amor, você está com fome?”, o tablet traduzia. Com isso, ela mostrava o tablet para ele e por sua vez, ele começava a escrever assim: “Sim, amor”. Eles viviam e namoraram após isso.

– Paulo Winner Barros: Imagine o atraso, né? Eles poderiam ter aproveitado muito mais se os dois tivessem conseguido se comunicar ali. Fico imaginando quantos encontros e quantas confusões eles arrumaram por conta disso, né?

– Victor Palandi: Sim, tanto que eles não deram certo e acabaram terminando. Foi muito bizarro. Bom, voltando ao assunto, eu viajei nos Estados Unidos, uma vez eu fui para a Disney, em outra viagem eu fui para San Diego e na outra, eu fiz um tour que passou pelas cidades de Miami, San José, Los Angeles, Beverly Hills. Foi muito legal ter visitado todos esses lugares e todas essas cidades.

Eu tinha passeado de trem, aquela empresa que liga até San Francisco, depois passa por todo o Vale do Silício e, lá tem uma estação que para na frente de Stanford. Portanto, foi uma experiência e tanto.

O idioma da língua inglesa me ajudou bastante ali, com certeza, mas não apenas nos Estados Unidos, o que acho interessante. Eu tinha ido para Cancún.

– Paulo Winner Barros: É, isso que eu ia te perguntar e te falar agora, porque eu vi uma fotos suas quando você estava em Cancún.

– Victor Palandi: Sim, foi um presente de aniversário, com isso eu fui para Cancún. Lá eles também falam muito inglês porque eles recebem muitos americanos, principalmente nas férias curtas, qual é o nome mesmo?

– Paulo Winner Barros: Deve ser ‘spring break.

– Victor Palandi: Isso, ‘spring break’. Eles recebem muitas visitas do ‘spring break’ e tal, muitos deles falam inglês lá. Muitas vezes quando o meu espanhol não saía, logo eu “metia” um inglês ali e com isso, o cara já entendia. Outro lugar que eu tive que usar bastante o idioma da língua inglesa foi a República Dominicana. Fui em Punta Cana, lá eles também falam bastante inglês.

Aruba é um país que faz parte das antilhas holandesas, eles falam um idioma que é uma mistura de holandês com português, eles falam espanhol também, porém o inglês é o principal lá. Bom, eles já são naturalmente poliglotas, mas o inglês acaba sendo o mais importante e o mais usado entre as línguas lá, no qual o inglês é bastante falado.

Visitei também alguns países sul americanos onde usei mais o espanhol, mas também aqueles lugares que são mais refinados em hotéis e tudo mais, eles também sabem falar inglês. Então, eu pude viajar despreocupado por todos esses lugares e por não ser fluente, você pode pensar assim “e aí, conseguir aproveitar?”. “Sim, consegui aproveitar ao máximo”.

Eu lembro de uma dia legal em que eu fui a um restaurante. Tinha um cara lá que tinha falado uma palavra e eu não tinha entendido o que ele tinha falado e, era um rodízio de churrasco. Com isso, eu não entendia o cara, mas eu falei “Pode colocar a carne”. Aí ele colocou.

Após isso, lá no restaurante, eu mordi a carne, coloquei. Aí eu pensei assim “Nossa, eu não sei o que é isso aqui”. Com isso, eu cheguei a perguntar para ele e, por sua vez, ele tinha me explicado. Era “teta de vaca”.

– Paulo Winner Barros: Isso é bastante divertido porque acontece bstante coisa desse jeito.

– Victor Palandi: Sim, isso tudo é experiência. Você começa rir com o cara, pede para ele tirar uma foto sua, nossa é muito legal. O mais interessante é não se preocupar muito com pronúncia. Eu já tive um pequeno trauma no passado, que uma vez eu, isso foi antes de eu falar inglês. Eu estava na escola de inglês, na verdade, do nível básico ao avançado. Só que não é assim que funciona na realidade.

Eles inventam um monte de níveis, né? Eu tinha ido entrevistar um cara que tinha site na época e, ele era um dos maiores arqueiros do mundo. Então, eu tinha ido conversar com ele e eu não sabia como falar “arqueiro” em inglês. Com isso, eu tinha travado na hora de falar e não consegui perguntar nada. O cara ficou bravo. Aí nós ficamos tentando falar em inglês e, naquele dia, eu comecei a ficar com medo porque eu travava na hora de falar.

Portanto, depois que eu ficava enfrentando os desafios de ficar fluente em inglês para viajar e fazer negócios para o exterior, o pessoal de lá, eles têm paciência para ouvir. Isso é o que eu costumo falar para quem conversa comigo.

Sabe quando um americano vem conversar com nós, porém ele começa tentando falar em português e fala um português engraçado e nós achamos até fofo? A ideia é a mesma. Se vocês irão falar inglês errado, a pessoa não irá querer te enforcar e às vezes achar isso até engraçado, irá ver que você é de fora e perguntar de onde você é e com isso, gera uma conversa.

Isso é intrigante você conversar com um estrangeiro. O medo de falar foi uma coisa que eu fui perdendo com o tempo, o medo de pronunciar errado também, pois é falando é que você vai pegando a pronúncia e vai melhorando o sotaque também. Por exemplo, lá nos Estados Unidos, você percebe que o texano tem um sotaque bem característico, né?

O pessoal de Nova Iorque também tem um sotaque bem específico, porém é tudo em inglês, isso que é muito legal. Com isso, você vê um árabe falando inglês que é bem peculiar. Eu acho muito legal essa pluralidade, quando eu entendi melhor sobre isso, isso me desbloqueou bastante e me ajudou muito a fluir assim, para tentar falar do meu jeito para as pessoas entenderem e eu viver boas experiências.

– Paulo Winner Barros: Exato. As pessoas acham que tem que ser perfeito, né? E não tem que ser perfeito. Você tem que tentar e é exatamente tudo isso que você falou. As pessoas irão te ajudar quando elas querem te entender, é bem como você falou. Falar com um estrangeiro é uma coisa muito legal, pois nós gostamos de conversar com um estrangeiro.

Nós ficamos pensando assim quando conversamos com um estrangeiro: “Nossa, o cara é americano, o cara é holandês e, quer dar uma atenção para a pessoa, porque afinal ela está visitando nosso país. Isso é a mesma coisa nos outros países quando elas veem um brasileiro, elas falam coisas do tipo: “Nossa, você é do Brasil. Que legal”, com isso elas começam a conversar contigo.

Isso é muito legal porque eu recebo várias mensagens dos meus alunos, pois eles relatam que antes de entrar no meu curso, eles ficavam com medo e pensavam assim “nossa mas, como eu irei chegar à fluência?”, “eu preciso ficar fluente em inglês para viajar e fazer negócios até tal dia”. Eu dizia assim “cara, você consegue fazer muita coisa antes de chegar à fluência, sem necessidade de ser fluente rápido em inglês em 2 ou 3 meses, por exemplo.

Com isso, depois que as pessoas começam a entender que esse processo é muito legal de você estar aprendendo e ao mesmo tempo, estar tendo experiências com o inglês. Eu já recebi várias mensagens de alunos dizendo assim: “nossa professor, e tal”, pessoas que estão lá no nível básico do meu curso, bem lá no início do curso como iniciante. Com isso, eu recebo várias mensagens de vários alunos do tipo “nossa, ontem eu tive uma reunião lá na empresa e tinha uma australiana e eu conversei com ela um pouco e foi super legal.

Com isso, a auto estima da pessoa já vai lá em cima. Ela está vendo que é possível aprender inglês, que ela realmente percebe que não é esse bicho de sete cabeças, ela consegue e começa a ter experiências. No momento em que ela faz aquele básico, ela começa a pensar assim “cara, se eu consegui isso aqui, por que eu não iria conseguir mais?”. “isso tudo é questão de tempo”.

Isso aconteceu comigo também. eu tinha um pouco de medo e acho que todo mundo tem. Contudo, eu comecei a entender que é seguindo passo a passo que nós conseguimos aprender inglês e ficar fluente em inglês para viajar e fazer negócios, porém já no início eu comecei a vivenciar isso.

Bom, você tinha falado antes sobre uma moça que conheceu um cara alemão e começaram a namorar. Eu lembro uma vez que eu estava em uma praia, nós encontramos o pessoal da Alemanha e meus amigos não falavam inglês e eu estava ali no nível básico de inglês, no máximo 3 meses estudando inglês e, com isso, eu fui a única pessoa que conseguiu se comunicar com esse pessoal da Alemanha.

Só que tem uma coisa, eu não estava falando inglês fluente ainda, muito longe disso. Eu fui a única pessoa que conseguiu conversar com eles e isso me deu uma auto estima muito grande e todos meus amigos ficaram surpresos e ficaram falando assim: “nossa, eu não sabia que você falava inglês”. Para eles, eu estava falando muito bem e eu consegui me comunicar com aquele pessoal da Alemanha e foi muito legal.

Então, essa foi uma experiência muito legal e daí para frente, eu apenas comecei a ter experiência no inglês. Eu sempre falo para as pessoas assim, para desencanar dessa história de fluência, pois você irá chegar lá. O que você tem que fazer é realmente começar, seguir um cronograma de estudos. Com certeza, não tem outro resultado a não ser chegar à fluência do idioma da língua inglesa, né?

– Victor Palandi: E, é interessante ressaltar também, Paulo, que muita gente compara a fluência com a velocidade ao falar inglês. Eu era uma dessas pessoas, pensava assim: “eu achava que ia ficar fluente em inglês para viajar e fazer negócios se eu falasse muito rápido”. Porém, hoje em dia, eu vejo que a fluência é mais a sua capacidade de entender as pessoas e manter uma conversa. Não é necessário falar com uma velocidade com uma alta desenvoltura, essa é uma coisa que pode ser um bônus que você pode adquirir com a experiência.

Mas, temos que perceber isso, fazendo as seguintes perguntas: Está fazendo amizades? Está conseguindo morar e estudar lá no exterior? Está viajando e fazendo o seu turismo? Ou então, você está assistindo a uma palestra ou a algum filme ou série sem legendas?

Isso já é muito bacana, a velocidade com o tempo, né?

– Paulo Winner Barros: Sim, com certeza. Para muitas pessoas, isso já é o suficiente para elas atingirem todos os objetivos que elas queriam. Até algumas pessoas devem pensar assim “nossa, fluência é quando a pessoa sabe um monte de palavras do vocabulário”.

Porém, só para a galera saber, eu li esses dias um estudo em um livro que eu estava lendo que os caras falam assim: os discursos presidenciais dos últimos presidentes dos Estados Unidos que eles analisaram, discursos do ex-presidente Donald Trump, Barack Obama e discursos do George W. Bush, com essa análise feita, eles viram que nesses discursos presidenciais, a linguagem utilizada é considerada uma linguagem de 6° série. p

Mas. teacher Paulo, porque isso? Uma linguagem de 6° série? Isso porque a linguagem que as pessoas utilizam na rua, não é uma linguagem rebuscada, ela é uma linguagem que se repete muitas vezes, pois é uma linguagem de alta frequência. Esse tipo de linguagem é tipo um resumo do inglês, porque o que nós conversamos no nosso dia a dia e iremos conversar tudo aquilo na maior parte das conversações, tais como reuniões, viagens e tudo mais, são coisas muitos mais simples que sempre se repetem.

Portanto, você acaba pegando a manha dessa linguagem de alta frequência e das estruturas dessa linguagem mais simples, com isso você vai encaixando palavras novas ali e começar a montar as frases e pronto. Você se comunica em qualquer situação, não importa se você falar um pouquinho errado ou o tempo verbal errado, isso não faz nenhuma diferença.

Você irá transmitir sua mensagem, fazer uma reunião, fechar um negócio, irá poder viajar, candidatar-se a uma vaga de emprego no exterior, fora do Brasil. Isso é algo que eu acho muito interessante mostrar também para as pessoas.

– Victor Palandi: Sim, realmente. Saiu uma pesquisa também na mesma linha dessa que você comentou, Paulo, comparando os discursos das últimas eleições do ex-presidente Donald Trump e do seu candidato. O ex-presidente Donald Trump realmente venceu as eleições presidenciais, de fato. Eu acredito que esse candidato que estava concorrendo com Trump, estava falando uma linguagem de 8° série e, ele estava entre 5° e 6 série.

Se nós formos perceber, são as mesmas palavras que utilizamos no nosso dia a dia.

– Paulo Winner Barros: Isso não é querer dizer o seguinte: ele estava querendo uma linguagem de 8° série por que ele é burro, muito pelo contrário. Ele é muito esperto. A maioria de nós, inclusive eu, até mesmo pessoas estudiosas, ninguém gosta de ler nada complicado. Nosso cérebro acaba se perdendo, pois ele não gosta de ficar recebendo uma mensagem complicada,

Quando você passa uma linguagem simples e fácil de entender, o seu cérebro irá fazer menos esforço. Portanto, os discursos têm que ser simples, pois um discurso que começa a trazer uma mensagem carregada, com palavras muitos complicadas que a pessoa precisa pensar muito para tentar entender a mensagem, ela acaba desistindo por achar muito difícil assistir ao discursos, pois automaticamente o cara perde a audiência, a mensagem que ele queria passar e, consequentemente irá perder votos também, né?

Resumindo, esses discursos presidenciais têm que ter a linguagem do povo, que é essa linguagem de alta frequência que o povo entende.

– Victor Palandi: Sim, no Brasil também é assim, Se você perceber os candidatos no Brasil, eles também são assim.

– Paulo Winner Barros: Com certeza. Isso se repete bastante. Mas, então galera, é o seguinte. Eu queria aqui agradecer a presença do Victor, espero que vocês tenham entendido os pontos que nós queremos trazer para vocês aqui nesta live de como ficar fluente em inglês para viajar e fazer negócios, para que realmente tirasse esse peso das costas das pessoas que pensam assim “eu tenho que ser fluente”, “em quanto tempo eu vou ficar fluente?”, “será que se eu ficar fluente, eu vou conseguir fazer isso e aquilo?”.

Isso é um mito que existe e que vocês podem se livrar disso agora. Comecem a estudar inglês agora de uma maneira mais tranquila, sem esse estresse e sem esse peso, que você irá ver que muito em breve, você irá começar a ter experiências incríveis, assim como eu tive e, como o Victor também teve.

Então, muito obrigado Victor, valeu pela sua presença aqui nesta live de como ficar fluente em inglês para viajar e fazer negócios.

– Victor Palandi: Opa. Eu que agradeço aí pelo convite mais uma vez. Foi muito legar ter participado, espero que o pessoal goste, acho que eles podem comentar em algum lugar aqui, ou talvez embaixo desse vídeo, para nós lermos e darmos o feedback e isso estará ajudando mais.

Acima de tudo, o que eu acredito é o seguinte: cara, se você está assistindo a esse vídeo sobre como ficar fluente em inglês para viajar e fazer negócios, seja você homem, mulher, criança, ou adulto, não importa a idade, cor ou gênero sexual. Encontre o cronograma correto de estudos, o cronograma que você consiga manter a rotina ali, que você veja sua evolução.

Pratique e não tenha medo, tente vencer a timidez. Eu sei que é difícil, às vezes, vencer a timidez, um pouco da insegurança. Eu levei um certo tempo para vencer isso também, mas depois que você vence, você quebra aquela barreira, consegue se desenvolver muito mais rápido, não fica tão ansioso por conta da fluência, em falar rápido, mas sim em você conseguir ter suas amizades, em você conseguir assistir a sua séries favoritas, a seus filmes favoritos, ambos sem legendas, conseguir ouvir as palestras que você quer ouvir, ler livros do exterior sem tradução, viajar despreocupadamente.

Às vezes, você pode até participar de alguma entrevista de emprego para poder estudar e morar no exterior, quem sabe. Então, você está cada vez mais caminhando para o sucesso e está cada vez mais perto desse cara aí, desse professor incrível que é o Paulo Barros, um cara sensacional.

Parabéns Paulo pelos seus 1 milhão de inscritos aí no seu canal.

– Paulo Winner Barros: Valeu Victor, obrigado. Demorou, mas chegou.

– Victor Palandi: Show de bola, isso é normal. Sempre chega, né?

– Paulo Winner Barros: Tem a fluência, né? Se forem fazer todos os dias, uma hora chega.

– Victor Palandi: Verdade, obrigadão.

– Paulo Winner Barros: Então tá, valeu. Até mais. Thanks for watching this video about how to become fluent in English to travel and make deals and I’ll see you guys in the next time. Bye, bye now! (Obrigado por assistirem esse vídeo sobre como ficar fluente em inglês para viajar e fazer negócios e eu irei ver vocês, pessoal, da próxima vez. Tchau, tchau agora!).

Alright, my friends! Espero que vocês tenham curtido essa aula sobre como ficar fluente em inglês para viajar e fazer negócios. Não se esqueçam de postarem seu comentários logo aqui abaixo deste artigo, dizendo se vocês gostaram ou não. Críticas e sugestões são sempre bem vindas. Se quiserem o resumo dessa aula, vocês podem clicar aqui nesse links que aprecem logo abaixo e entrem na comunidade do Telegram que eu irei deixar lá um super resumo dessa aula que teve como tema “Como ficar fluente em inglês para viajar e fazer negócios”.

Além disso, pessoal, não se esqueçam também de nos seguir nas nossas redes sociais, tais como no Instagram, no Twitter e no Spotify, onde nós liberamos muitas dicas de expressões para vocês e tudo aquilo que vocês precisam para melhorarem a sua fluência no inglês. Se vocês estiverem interessados em comprar meu curso, façam sua pré-matrícula do curso completo de Inglês VIP no link que aparece aqui embaixo:

Pré-matrícula do Curso Completo de Inglês VIP

Well, it’s time to finish now. I truly hope you have enjoyed this class so much! As usual, I’ll see you on our next class at Inglês Winner. Thank you very much for watching this video and keep on studying English! Bye, bye now! (Bem, é hora de terminar agora. Eu espero de verdade que vocês tenham gostado bastante desta aula. Como sempre, eu irei ver vocês na nossa próxima aula na Inglês Winner. Muito obrigado por assistirem este vídeo e continuem estudando inglês! Tchau, tchau agora!).

Veja também:



Gostou deste conteúdo?
Então, receba mais conteúdos de inglês em seu e-mail:


Seja avisado
Me avise sobre
guest
0 Comentários
Comentários de trechos do post
Ver todos os comentários